Como eu era antes de você - Resenha (Spoiler)

Finalmente, ontem fui ver o tão falado filme Como eu era antes de você. Várias pessoas recomendando, sucesso de bilheteria... Fiquei curiosa. Inclusive, quando eu e meu noivo chegamos pra comprar nosso ingresso, não tinha mais poltronas no horário que queríamos. Tivemos que pegar outro horário mais tarde e na sala mais cara do cinema, porque tinha muitas pessoas querendo assistir.


Bom, vou fazer um pequeno resumo aqui: a família de um homem de 31 anos, Will, paralisado do peito pra baixo, contrata Louise, uma moça bonita, falante e meio exótica pra cuidar do filho, que não tem mais vontade de viver. Mais à frente na história ela descobre que Will está com tudo pronto pra praticar eutanásia num prazo de 6 meses. Ela já gostava dele, depois dessa descoberta parece que se envolveu mais ainda. E foi a cada dia tentando fazer ele mudar sua decisão, levando-o para fazer viagens, passeios e tantas coisas legais.



O que acontece no final é que ele se declara envolvido por ela, que gostaria de poder fazer isso e aquilo com ela, mas não pode. E diz que amava sua ex vida e aquele não era ele. Ou seja, apesar de mais sorridente depois de tê-la conhecido, não mudou sua decisão. Ela chora com isso e vai embora, chamando-o de egoísta e tal.

Ele então vai pra Suíça, onde vai ser realizado o suicídio assistido com a família, e ela também aparece lá. Então ele se mata, tendo deixado um dinheiro pra ela no testamento; e fim. Acabou. Só isso.


O que eu achei do filme? Bom, não me comoveu. Sinceramente? Nem me pareceram apaixonados. 

Uma coisa que achei legal no filme foi a personagem da Louise. Ela é bem legal! E eu não gostei da forma que abordaram a questão da tetraplegia. Parece que passa a ideia de que não tem como querer viver apesar desse estado. Não sei se eu só gosto de finais felizes. Será? Eu preferiria que ele tivesse tido vontade de viver por ela e morresse pelas complicações devidas à sua doença. Eu achei que o fim do filme seria meio assim. Mas não é.

Mas independente disso. Nem estou criticando eutanásia. Não estou entrando nesse mérito. Tanto faz! O filme? Achei... sei lá! Um filme de sessão da tarde? Não me emocionou. Não sei se eu sou de pedra, mas tive a impressão de que o povo sai falando tanto de ser um filme lindo pra não ser "o diferente". É só um filme.

Achei interessante uma reportagem do G1 sobre a visão dos deficientes sobre o filme e indico. É só clicar AQUI.


6 comentários:

  1. Oi!
    Eu fiz a resenha do filme e do livro no meu blog. Acho que seria legal se você lesse especialmente a resenha do livro.
    O filme me decepcionou e também não me emocionou, mas - acredite - o livro é bem diferente.
    Beijos!

    Me chama de Bella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou ver sim! Que bom que é diferente! Beijinhos, flor!

      Excluir
  2. Esse filme é perfeito acho que o melhor do ano de 2016
    ♥ é quase impossível assistir e não fazer spoiler kkk

    Ameii amada, estava com saudade de passar aqui. Beijos!

    http://petalasdelicadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Assisti também e amei!
    bjoss
    www.gizahcastro.com

    ResponderExcluir

 

Google+ Seguidores

Fanpage do Blog

Instagram

Seguidores do Blog